TÓPICO PRINCIPAL DO MOMENTO E NÓS:

Existem muitas informações sobre o novo coronavírus, mas nem todas estão corretas. Essas informações falsas ou enganosas (Fake news) podem vir de várias formas: de postagens virais nas mídias sociais, comentários feitos pelas figuras públicas, declarações impressas ou divulgadas pelos jornalistas.


É vital que todos recebam informações claras e factuais sobre a Covid-19. Em situações como essa, pode causar medo desnecessário e - o mais importante - pode levar as pessoas a ignorar conselhos fundamentais sobre sintómas ou como evitar infecções.


Sabendo que as notícias falsas arruinam vidas, promove o ódio, prejudica a saúde das pessoas e a democracia. Criamos esta plataforma como equipa de verificadores independentes e ativistas que descobrem, expõem e combatem falsas notícias (Fake news).

IMPARCIALIDADE:

IMPACTO PÚBLICO:

Temos salvaguardas rigorosas em todos os níveis da organização para garantir a nossa neutralidade na verificação dos factos. Estes foram cuidadosamente construídos com base nos conselhos da nossa diretoria. Eles incluem a diretoria interpartidária, salvaguardas de captação de recursos, uma política de conflito de interesses, restrições à atividade política da equipa, processos de feedback, diretrizes operacionais, análises externas e muito mais. O mais importante, eles incluem o recrutamento cuidadoso de funcionários sensíveis a esses problemas.

A verificação de factos por si só não é suficiente para deter a disseminação de informações erradas. Quando vemos uma reivindicação imprecisa sendo repetida, entramos em contato com os responsáveis para corrigir o registo.


Quando vemos uma reclamação enganosa ou sem fundamento, solicitamos correções e retiradas. Mas também queremos impedir que reivindicações imprecisas sejam feitas em primeiro lugar. O nosso objetivo a longo prazo é garantir a existência de sistemas para que apenas reivindicações válidas e validadas sejam colocadas em domínio público e que o público possa verificá-las por si mesmo.


Nós nos concentramos nas áreas que são as principais preocupações do público, de acordo com a realidade: designadamente a economia, crime, saúde, imigração, educação, lei e Luso África.


Os artigos que publicamos são principalmente verificações de factos. São artigos de tamanho curto a médio, avaliando a validade de uma reivindicação que foi feita em debate público. Além de explicar detalhadamente a reivindicação, fornecemos um breve resumo da reivindicação e da conclusão juntamente com o artigo.


Periodicamente, publicamos artigos explicativos sobre os tópicos de contenção ou de incompreensão em andamento, com o objetivo de fornecer uma linha de base de informações confiáveis, atualizadas e precisas para cada uma de nossas áreas de tópicos.

POR TRÁS DAS CENAS (BEHIND THE SCENES):

O QUE NÃO FAZEMOS:

Nós verificamos as reivindicações, não as pessoas. Publicamos verificações de factos e solicitamos correções de indivíduos quando necessário, mas só podemos avaliar a validade de uma reivindicação, não a intenção da pessoa que a fez.


Há certos tópicos que não verificamos, porque ainda não temos os recursos ou porque as fontes não existem em domínio público.


Com reivindicações sobre assuntos externos e defesa, há uma falta de fontes independentes e muitas fontes são classificadas, o que significa que não podemos verificá-las

nobaschecker.org não está procurando atrair pessoas. A nossa missão é melhorar a qualidade e a responsabilidade do debate público para todos, e isso significa interromper as informações erradas em sua fonte. Temos uma ampla comunidade de verificadores de fatos envolvendo jornalistas, médicos, economistas da Guiné-Bissau e de todo o mundo. Os artigos e vídeos são produzidos em português e crioulo, para permitir uma melhor divulgação das informações. Produzimos spots com a desmistificação de notícias falsas semanais, transmitidas em 3 rádios nacionais.

ENTIDADES ENVOLVIDAS:

Dono:

Logo%20finale%20Innovalab%20new_edited.p
BIGTechnologies Sarl.png

Parceiro técnico:

Apoio Institucional:

Ministério de Saúde

Centro Operacional de Emergência de Saúde (COES)

Instituto Nacional de Saúde Pública (INASA)

Parceiros:

Fact Checking Website

admin@nobaschecker.org

  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Twitter Icon

Subscribe

© 2020 Pela InnovaLab, BIGTechnologies e parceiros