FAKE NEWS: NÃO, MADAGÁSCAR NÃO ANUNCIOU A SUA SAÍDA DA OMS!


Um texto partilhado milhares de vezes nas redes sociais afirma que o Presidente de Madagáscar retirou o seu país da Organização Mundial de Saúde. Não há provas de que Madagáscar tenha abandonado a agência da ONU.


A plataforma "Nobaschecker" formada por um conjunto de classes da sociedade, tendo o enfoque principal desmentir notícias falsas, ligadas a Covid-19, traz para si mais uma informação enganadora a circular nas redes sociais.


Na sua notícia publicada a 27 de Maio, a Agência Francesa de Notícias, AFP, disse que não encontrou vestígios de uma tal medida oficial. "Contactada em 26 de Maio, a OMS afirmou não ter recebido tal notificação e as duas partes chegaram mesmo a concordar em trabalhar em conjunto para estudar os efeitos do chá de ervas", lê-se na notícia.


Há já várias semanas que alegados anúncios e revelações sobre o Presidente de Madagáscar, Andry Rajoelina, abundam nas redes sociais e, nessas Fake News lê-se que o autor da publicação enganadora pede para partilhar a notícia.


Normalmente, numa notícia não deve constar o que se segue, citamos: "por favor, partilhe esta mensagem porque é urgente, eles piratearam o nosso medicamento, quero que todos os africanos saibam, por favor, não guarde esta mensagem consigo, partilhe!" Este pedido de partilha de notícia tecnicamente é um elemento forte para classificar a notícia de falsa e enganadora, porque não se enquadra neste gênero jornalístico - a notícia.


O chefe de Estado malgaxe é o promotor de um chá de ervas malgaxe que apresenta como remédio contra o Covid-19, que tem um grande impacto em África, mas que não recebeu a aprovação da OMS.


Segundo estas falsas publicações, verificadas pela AFP, o líder malgaxe recusou assim um suborno de 20 milhões de dólares da agência médica da ONU ou "milhões" oferecidos pela China e pelos Estados Unidos para envenenar a bebida. Diz-se que a Rússia encomendou um milhão de lotes.


"O meu país, Madagáscar, está esta noite a sair de todas as organizações e apelo a outras nações africanas para que façam o mesmo", (sic), anuncia outra destas publicações, partilhada 1.600 vezes desde 21 de Maio, afirmando transmitir declarações oficiais do líder da Ilha Grande.


Para mais detalhes desta notícia, clique no link abaixo onde pode ler a informação na língua francesa. 👇

https://factuel.afp.com/non-madagascar-na-pas-annonce-son-depart-de-loms


Por: nobaschecker.org

72 visualizações

Fact Checking Website

admin@nobaschecker.org

  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Twitter Icon

Subscribe

© 2020 Pela InnovaLab, BIGTechnologies e parceiros