FAKE NEWS: "China garante 800 milhões de dólares à OMS"


A equipa do "nobaschecker" pesquisou nas grandes agências mundiais de notícias mas não encontrou a informação de que a China vai aumentar a sua contribuição à OMS de 40 para 800 milhões de dólares na sequência do boicote dos EUA que apoiam anualmente entre 400 a 500 milhões.


A equipa de nobaschecker.org após verificações constatou também que a alegada página Facebook de nome "Recentes" que supostamente divulgou estas informações não existe - é uma simples montagem (photoshop).

Na última semana o Presente norte americano, Donald Trump, anunciou a suspensão dos EUA da verba anual à Organização Mundial de Saúde (OMS).


Porém, o que se pode confirmar ter sido notificado em relação a esse assunto é que o porta-voz da Chancelaria garantiu que "a China seguirá desempenhando um papel importante na luta pela saúde pública internacional e combate à Covid-19.


Entretanto circula nas redes sociais de que a China decidiu subir a sua quota anual para a OMS de 40 para 800 milhões de dólares o que não se noticiou pelo menos nos grandes órgãos de informação mundiais, o que no mínimo estranho um seguidor atento. Aliás, essa informação não tem outro nome senão uma Fake News (falsa).


Fontes:

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-52302892

https://noticias.r7.com/internacional/ue-russia-e-china-criticam-corte-de-verbas-de-trump-a-oms-15042020

https://www.noticiasaominuto.com/mundo/1457425/china-preocupada-com-suspensao-do-financiamento-dos-eua-a-oms


Por: nobaschecker.org

0 visualização

Fact Checking Website

admin@nobaschecker.org

  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Twitter Icon

Subscribe

© 2020 Pela InnovaLab, BIGTechnologies e parceiros