Fact: "Nobaschecker" aberto ao público para receber informações duvidosas para posterior verificação


As redes sociais na internet transformaram-se um meio para a difusão das informações com facilidade que muitas vezes são falsas, as quais podem ou criam mal estar na sociedade. Essas informações falsas ou enganosas (Fake news) podem vir de várias formas: de postagens virais nas mídias sociais, comentários feitos pelas figuras públicas, declarações impressas ou divulgadas pelos jornalistas.


É vital que todos recebam informações claras e factuais sobre a Covid-19. Em situações como essa, pode causar medo desnecessário e - o mais importante - pode levar as pessoas a ignorar conselhos fundamentais sobre sintómas ou como evitar infecções.

No âmbito dessa luta contra as informações ou notícias falsas (Fake News) nas redes sociais, uma equipa composta por jornalistas, informáticos, médicos, economistas, sociólogos e outras classes sociais a Guiné-Bissau e de todo o mundo tem gerido um site com esse espírito e quer a colaboração de todos, esteja onde estiver, enviando qualquer informação duvidosa ou não confirmada pela entidade competente. Ao receber, o "Nobaschecker" irá verificar sobre a autenticidade de tais informações e trazer ao público o facto.


A plataforma electrónica de endereço "www.nobaschecker.org" é um meio de comunicação, formada por uma equipa de várias classes da sociedade guineense, vocacionada a verificar e desmentir as informações falsas (Fake News) postas a circular nas redes sociais, ligadas a pandemia de Covid-19.


Por: nobaschecker.org

0 visualização

Fact Checking Website

admin@nobaschecker.org

  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Twitter Icon

Subscribe

© 2020 Pela InnovaLab, BIGTechnologies e parceiros