COVID-19: Presidente da República prolonga Estado de Emergência até 25 de junho

Sob proposta do Governo, o Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló decretou o prolongamento do Estado de Emergência para mais 15 dias, com início a partir de 00horas de amanhã, dia 11, devendo terminar no dia 25 do mês em curso.

Recorda-se que o Governo, em Conselho de Ministros do dia 9 deste mês, tinha proposto ao Presidente da República a renovação do Estado da Emergência.

A reunião do coletivo governamental serviu para a apresentação da equipa do Alto-Comissariado para a Luta Contra a Covid-19 - estrutura criada essencialmente para combater o Coronavírus. Presente no encontro, o Chefe de Estado garantiu o seu total apoio aos membros do Alto-Comissariado, chefiados pela ex-ministra da Saúde, Magda Robalo.

A deliberação do Conselho de Ministros registou que o número de pessoas testadas na Guiné-Bissau até aqui está a quem do desejável, tendo em conta que a população é estimada em cerca de dois milhões de habitantes. 21 novos casos elevam para 1.389 O país adicionou 21 novos casos de Coronavírus, passando a contar agora com 1.389 infecções de Covid-19, os óbitos mantêm-se em 12 e os recuperados também permanecem na ordem de 53 indivíduos, isto, até ao dia 8 de junho em curso.

De acordo com o porta-voz do Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES)), Dionísio Cumbá, técnicos sanitários registaram ontem, dia 7, quatro mortes, sendo três em Bissau e um em Buba, sul do país. "Essas vítimas mortais vão ser analisadas as causas das suas mortes", acrescentou.

No que se refere ao controlo dos indivíduos que haviam sido infectados, entre as 60 pessoas reavaliadas, 32 testaram negativas mas ainda não são classificadas como recuperadas. A análise de 11 doentes deram inconclusiva enquanto 17 infectados mantêm-se positivos. Em relação aos dados das regiões, Dionísio Cumbá disse que nada alterou. Biombo mantém-se com o registo de 42 casos, 22 em Cacheu, cinco para Bafatá e duas infecções em Gabu.

Segundo a estimativa, o Setor Autónomo de Bissau ( capital) é a fonte de contaminação de mais 94 por cento do total das infecções.

Por: nobaschecker.org

14 visualizações

Fact Checking Website

admin@nobaschecker.org

  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Twitter Icon

Subscribe

© 2020 Pela InnovaLab, BIGTechnologies e parceiros