Covid-19: Guiné-Bissau confirma 73 casos, Charbel duvida da infeção dos seus familiares

O músico nacional, Charbel Pinto, em conferência de imprensa hoje, disse que estranha-se ter pessoas testadas positivas de Covid-19 no seio da família há mais de um mês mas esses indivíduos apenas com máscaras e paracetamol conseguiram manter-se saudáveis até hoje.


O cantor disse ter sido convocado e pedido desculpas pelo ministro da Saúde Pública a cerca desse assunto que envolve a sua família.


Charbel Pinto disse que não põe em causa a confirmação da existência do Coronavírus na Guiné-Bissau, mas “estranham-me a conduta dos profissionais da saúde que, de forma desprevenida sempre lidaram com os meus familiares que alegadamente terem sido diagnosticados como infetados da Covid-19, por um lado, e por outro, o facto da minha família confirmada infetada, sem tratamento médico, todos eles continuam saudáveis e sem sinais de risco de vida pela doença há mais de um mês.


Para o advogado de defesa de Charbel Pinto, caberá ao constituinte manifestar o interesse de prosseguir com o processo para as instâncias judiciais, possibilidade que o cantor descartou, proclamando ponto final na história mas reserva o direito de produzir hoje a noite um vídeo nas redes sociais para uma explicação que tranquiliza dos familiares, amigos, fãs e a população em geral.


“Se alguém fazer ligação deste assunto com a política é por má fé, porque não tem nada a ver. Nas minhas publicações nunca falei do Governo nessa história de Covid-19 que envolve a minha família, só mencionei o Ministério da Saúde Pública enquanto responsável directo na gestão da pública”, afirmou.


Imaginando o impacto desse assunto na sua vida pública, o cantor disse ter consciência de que é uma figura pública “com fãs em todos os partidos políticos” e reconheceu que sempre foi bem acarinhado pelos sucessivos governos por ter ajudado erguer a cultura guineense, por isso, pediu para a não politização do assunto que qualificou de mal-entendido.


Entretanto, importa salientar que Guiné-Bissau já registou 73 casos confirmados pelas autoridades sanitárias, sendo apenas hoje, 27 de Abril, das 94 amostras diagnosticadas, 20 deram positivos e 17 inconclusivas. O país conta até hoje com 73 infecções confirmadas e um (1) óbito.


Por: nobaschecker.org


0 visualização

Fact Checking Website

admin@nobaschecker.org

  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Twitter Icon

Subscribe

© 2020 Pela InnovaLab, BIGTechnologies e parceiros